Tendinite no Ombro

Revisado por Equipe Editorial a 24 outubro 2018

A tendinite é um problema que se caracteriza pela inflamação dos tendões.

Estas estruturas, que têm como função ligar os músculos aos ossos, e dessa forma, permitir o seu movimento, quando inflamados, provocam dor e limitações funcionais, entre outros sintomas.

Foto De Tendinite No Ombro

Apesar de poder afetar qualquer tendão do corpo humano, a tendinite é mais comum em regiões como o tornozelo, o joelho, o quadril, as mãos e os punhos, o cotovelo, e ainda, o ombro.

De uma forma geral, o tratamento deste problema é baseado em repouso, gelo, toma de medicação e sessões de fisioterapia.

Contudo, nalguns casos, pode ser mesmo necessária a realização de um procedimento cirúrgico.

Saiba mais sobre a tendinite no ombro, as suas causas e sintomas, e ainda, como diagnosticar e tratar. Confira.

Tendinite no ombro

A tendinite no ombro é uma condição de saúde caracterizada pelo surgimento de um processo inflamatório nos tendões do ombro, provocando dor e limitação do uso dessa articulação.

A forma mais frequente desta tendinite afeta o tendão músculo supra espinhoso.

A causa mais comum está relacionada com o excesso da utilização de braços, especialmente acima da cabeça, durante o trabalho ou a prática desportiva.

Como tal, atletas de ténis e natação, e profissionais como pintores, carpinteiros, e até mesmo professores que escrevam muito no quadro, são os que mais frequentemente sofrem com este problema.

A tendinite no ombro tem cura, contudo, o desaparecimento total dos sintomas pode por vezes demorar vários meses até ser completo.

Causas

Como referimos anteriormente, as causas mais comuns para o problema no ombro estão ligadas a esforços repetidos, caracterizados pelo levantamento dos braços.

No entanto, causas como esforços exagerados ou más posturas, podem também levar ao surgimento deste problema.

Sintomas

Sintomas De Tendinite No Ombro

Os sintomas da lesão no ombro incluem:

– dor intensa localizada na zona do ombro;

– irradiação da dor pelo braço;

– formigamento;

– dificuldades em levantar o braço com o ombro afetado.

A dor na zona do ombro pode surgir repentinamente, ou então, ocorrer gradualmente, juntamente com os restantes sintomas, durante a realização das tarefas causadoras da lesão.

A dor no ombro localiza-se normalmente atrás, de lado e na frente do ombro, e pode irradiar para o braço, não ultrapassando o cotovelo.

É importante diagnosticar e tratar o mais depressa possível este problema, pois quanto mais cedo a tendinite for tratada, mais facilmente se recuperará a flexibilidade e a força dos tendões afetados.

Como diagnosticar

Ao surgirem os sintomas atrás mencionados, é importante consultar logo que possível um médico ortopedista.

Este irá realizar a observação clínica dos sintomas, e ainda, pedir vários exames, nos quais se podem incluir a ressonância magnética, raio-x e ultrassonografia.

Estes exames irão permitir confirmar ou despistar a condição, mas também, a extensão dos danos.

Após estar na posse de todas estas informações, o médico ortopedista irá então definir o tratamento mais adequado.

Tratamento

O tratamento da lesão consiste em repouso e em evitar os movimentos causadores do problema, aplicação de gelo, toma de medicação e em sessões de fisioterapia.

Esta é a forma de tratamento conservador, e que na maioria dos casos, é suficiente para debelar a tendinite.

No entanto, em alguns pacientes, pode ser necessária a realização de uma cirurgia, para remover calcificações ou recuperar tendões com danos mais extensos.

No que diz respeito à aplicação de gelo, esta parte do tratamento é feito com compressas geladas, 3 a 4 vezes por dia.

Juntamente com a crioterapia, o paciente toma medicamentos anti-inflamatórios, de modo a reduzir a inflamação e aliviar a dor.

Por fim, é ainda essencial realizar sessões de fisioterapia. Estas têm como função manter a força e a flexibilidade do braço com o ombro afetado.

O tempo de recuperação de cada paciente pode variar muito de pessoa para pessoa. Contudo, geralmente o tempo mínimo de tratamento terapêutico e da recuperação total é de 3 ou 4 meses.

Durante o período de recuperação, é importante que a realização de exercício físico seja moderada até ao restabelecimento total do tendão afetado.

Fisioterapia Para Tendinite No Ombro

Durante este período, o fisioterapeuta irá ensinar vários exercícios de fortalecimento muscular e de alongamentos, que serão fundamentais para ajudar a prevenir novas tendinites.

Conhece a » Síndrome de Ombro Congelado? Saiba como Resolver com os Melhores Tratamentos Caseiros