Teste de Alergia

Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 14 dezembro 2018

Um teste de alergia é um exame usado para determinar as substâncias às quais uma pessoa é alérgica.

Como é realizado um teste de alergia

Existem diversos métodos para testar uma alergia. Entre os mais comuns encontram-se:

• Testes cutâneos
• Testes por eliminação
• Testes sanguíneos (incluindo o teste radioalergosorvente, ou RAST)

Testes Cutâneos

Os testes cutâneos são os mais comuns, sendo que os metidos específicos variam. Um dos métodos mais comuns é o teste da punctura.

Este teste consiste em colocar pequenas quantidades da substância suspeita de causar a alergia na pele, normalmente no antebraço ou nas costas.

Posteriormente, a pele é picada para que a substância vá para debaixo da superfície da pele. O médico irá observar atentamente a pele para qualquer sinal de reacção, normalmente inchaços ou vermelhos na área afectada.

Os resultados são normalmente visíveis em 15-20 minutos. Podem ser testados vários alergénicos ao mesmo tempo.

Um método semelhante envolve injectar uma pequena quantidade do alergénico na pele e observá-la à espera de uma reacção.

Este teste é chamado teste intradérmico e é provável que seja mais usado quando o objectivo é descobrir se você é alérgico a algo específico, como veneno de abelha ou penicilina.

Conheça 7 Remédios Caseiros para Tratar Picada de Abelha e Vespa

O teste de contato e um método para diagnosticar reacções alérgicas na pele. Possíveis alergénicos são colados na pele com adesivo durante 48 horas.

O médico irá observar a área afectada em 24 horas, e novamente passadas 48 horas. Os testes cutâneos são mais úteis para diagnosticar:

• Alergias alimentares
• Alergias a bolor, pólen, animais e outras alergias que causam renite alérgica e asma
• Alergia a penicilina
• Alergia a venenos
• Dermatite de contacto alérgica

Testes de Eliminação

Uma dieta de eliminação pode ser usada para procurar por alergia a alimentos. Esta dieta de eliminação consiste em remover da sua dieta durante várias semanas comidas que podem causar sintomas, e posteriormente introduzi-las lentamente e uma de cada vez enquanto a pessoa fica atenta a sinais de reacção alérgica.

Testes Sanguíneos

As análises ao sangue podem ser feitas para medir a quantidade de anticorpos imunoglobulina (Ig) E para um alergénico específico no sangue.

Este exame pode ser usado quando os testes cutâneos não ajudam ou não podem ser realizados. Outros testes sanguíneos incluem:

• Contagem absoluta de eosinófilos
• Nível IgE total

Provocação

Os testes de provocação consistem na exposição da pessoa ao alergénico suspeito dentro de circunstâncias controladas.

Isto pode ser feito na dieta ou respirando o alergénico suspeito. Este tipo de teste pode provocar reacções alérgicas severas, e por isso deve ser apenas realizado por um médico.

Outro método é o teste duplo-cego. Este método envolve dar à pessoa alimentos e substâncias inofensivas de forma disfarçada.

A pessoa que está a ser testada e quem está a dar os alimentos estão ambas ignorantes sobre se a substância testada nessa sessão é uma substância inofensiva ou o alimento suspeito.

Uma terceira pessoa conhece a identidade das substâncias e identifica-as com um código. Este teste requer várias sessões se mais do que uma substância estiver a ser investigada.

Apesar da estratégia do duplo-cego ser útil e prática para reacções alérgicas ligeiras, deve ser realizada com cuidado em indivíduos cujas reacções alérgicas a comidas suspeitas possam ser graves. Análises ao sangue podem ser mais seguras como primeira abordagem.

Como se preparar para o teste de alergia

Antes de qualquer teste ás alergias, o seu médico far-lhe-á diversas perguntas para obter um historial médico detalhado. Isto pode incluir questões sobre doenças, condição emocional e social, trabalho, ambiente, estilo de vida, comidas e hábitos alimentares.

Se for realizar um teste cutâneo, você NÃO deve tomar anti-histamínicos anteriormente. Isso pode levar a um resultado falso-negativo, assegurando-o falsamente que determinada substância é improvável ser a causa de uma reacção alérgica severa. O seu médico dir-lhe-á que medicamentos deve evitar e quando deve parar de os tomar antes do teste.

O que sentirá durante o teste

Os testes cutâneos podem causar um desconforto muito leve quando a pele é picada. Pode correr comichão se ocorrer um resultado positivo a um alergénico.

Razões porque o teste de alergia é realizado

Os testes de alergias são realizados para determinar a substância específica que causa uma reacção alérgica a uma pessoa. O seu médico pode recomendar testes a alergias se você tiver:

• Sintomas de renite alérgica e asma que não são controlados facilmente com medicação
• Angioedema e urticária
• Alergias alimentares
• Dermatite de contacto
• Alergia a penicilina

*NOTA: alergias á penicilina e medicamentos muito relacionados são as únicas alergias a medicamentos que podem ser testadas usando testes cutâneos. Testes cutâneos para alergias a outras drogas podem ser perigosos. O teste de picada na pele também pode ser usado para testar alergias alimentares. Os testes intradérmicos não são usados para testar alergias a alimentos devido ao elevado número de resultados falsos negativos e ao perigo de ser provocada uma reacção alérgica severa.

Resultados normais
Numa pessoa sem alergias, os testes alérgicos devem ter resultados negativos (sem resposta ao alergénico.

O que significam resultados anormais
Um resultado positivo significa que você teve uma reacção a determinada substância. Frequentemente, mas nem sempre, um resultado positivo significa que os sintomas que você está a experimentar se devem à exposição à substância em questão. De forma geral, uma resposta muito forte significa que você é mais sensível à substância.

É possível que uma pessoa possa ter uma resposta positiva a um teste cutâneo, mesmo que não tenha problemas com essa substância específica no seu dia-a-dia. Os testes cutâneos são de forma geral bastante confiáveis. Contudo, se for usada uma dose excessiva de alergénico, um resultado positivo poderá ocorrer mesmo que a pessoa não seja alérgica.

Riscos

Os riscos relacionados com testes a alergias cutâneas e alimentares podem incluir:

• Reacções alérgica
• Reacções anafilácticas potencialmente fatais

Considerações

O rigor de testes a alergias pode variar. Uma pessoa pode reagir a uma substância durante um teste, mas nunca reagir a essa mesma substância durante exposição normal à mesma. Uma pessoa também pode raramente testar negativamente uma substância e ainda ser alérgica.