Tipos de pele – Sensível, Mista, Seca, Oleosa e Normal

Conheça qual o seu tipo de pele: Sensível, Mista, Seca, Oleosa, Normal, e saiba como a mimar.

Alimentos bons para uma Pele Saudável e Bonita

Muitas vezes, influenciadas por amigas ou anúncios, escolhemos e usamos os cosméticos ou produtos que não são os adequados para a nossa pele. Para que isso não aconteça devemos fazer uma análise que determine as suas características, mesmo as mais insignificantes, para saber seleccionar os cosméticos adequados para cada situação.

Ler: Tratamentos para diferentes Tipos de Pele

Como saber qual o meu tipo de pele?

Primeiro, tem que descobrir se a sua pele é seca, oleosa, normal ou mista, e para saber de que tipo é a sua pele, basta esfregar suavemente um pedaço de papel pardo pela testa e de cada lado do nariz, quando acordar, antes de lavar a cara. Se o papel ficar translúcido (meio transparente) significa que a sua pele é oleosa.

Se ao realizar essa operação e no papel só aparecerem algumas manchas de gordura mas sem dar transparência ao papel, isso quer dizer que a sua pele é normal. Fica a saber que tem a pele seca se o papel mostra insignificantes sinais de gordura. Também pode confirmar isto, se ficar com a pele tensa e repuxada, imediatamente depois de lavar a cara. A pele seca é propensa a ter finas linhas de expressão.

A pele mista é oleosa na zona T ( testa, nariz e queixo) mas seca nas faces. Se a sua pele se ruboriza ou lhe aparecem facilmente pequenas borbulhas, é possível que tenha uma pele sensível ou com tendência para acne.

Ler: Como fazer a limpeza de Pele em casa – Passo a Passo

A sua pele mantém o nível certo de hidratação?

De uma forma geral, é normal todos os tipos de pele perderem uma certa percentagem da sua água. Isto deve-se em parte à acção de agentes exteriores. No Verão, o sol, a água salgada, o cloro das piscinas e o ar condicionado contribuem para a desidratação da pele; no Inverno, o frio, a neve e o aquecimento absorvem a humidade que se encontra na epiderme. Outras causas da desidratação da pele são o álcool, (porque é um diurético), o uso de produtos que não convêm ao seu tipo de pele, uma dieta pobre em ácidos gordos e o uso de produtos de limpeza facial, com uma forte componente de detergente.

Para avaliar o nível de humidade da sua pele, use um espelho de aumentar, segure uma pequena porção de pele entre o indicador e o polegar e movimente-a delicadamente em sentido giratório: se ela se enrugar ligeiramente, em finas linhas, tem a pele desidratada.

Outra forma de saber se a pele está desidratada, é observar se tem olheiras, e se a zona do extremo interior dos seus olhos está coberta de finas linhas. Se for o caso, é imprescindível uma mudança nos seus hábitos alimentares, bem como de tratamentos intensivos de hidratação da sua pele.

Também deve ter um copo de água no seu quarto, durante a noite, enquanto dorme. E, um tratamento de vapor, seguido de uma massagem com óleos florais, todas as semanas, dá excelentes resultados. Diariamente, pulverize água mineral no rosto (com um spray ou pulverizador) e aplique imediatamente em seguida um bom hidratante.

Ler: Limpeza de pele – Aprenda a limpar, hidratar e nutrir a sua pele

A sua pele é sensível?

Contrariamente ao que se pensa, todos os tipos de pele podem ser sensíveis num determinado momento. As mudanças bruscas de temperatura, tecidos ou materiais irritantes, alguns produtos químicos usados na limpeza da casa ou certos cosméticos, podem contribuir para que a pele fique mais sensível que o habitual; quando isso acontece, sentimos ardor, comichão, picadas e podem aparecer manchas vermelhas. Para saber se a sua pele é sensível, faça o seguinte teste: pressione uma área da sua testa com o dedo polegar, durante 30 segundos. Se a área pressionada ficar vermelha durante alguns segundos, a sua pele é sensível .

O tamanho dos seus poros é normal?

Com o auxilio de um espelho de aumentar, observe bem a textura da sua pele. Os poros dilatados encontram-se normalmente na zona T, que é mais propensa ao excesso de oleosidade, dando-lhe um aspecto grosseiro e irregular.

A pele oleosa, tem tendência para ter poros dilatados onde, por vezes, se depositam bactérias e gordura. Por outro lado, a pele seca, mostra linhas finas e pequenas descamações na superfície. Uma limpeza profunda da cútis, pode ajudar a eliminar as impurezas acumuladas nos poros abertos da pele oleosa e da pele mista, evitando assim pontos negros e borbulhas inflamadas.

Não aplique adstringentes fortes, porque ainda que estes possam reduzir o tamanho do poro, também podem, a médio prazo, ressecar a pele ao retirar parte da sua protecção. O ideal é usar diariamente um bom hidratante que, ao aumentar e manter o nível de água na pele, minimiza a dilatação dos poros e contribui para retardar o aparecimento das rugas indesejáveis.

Ler também:

Pele Negra
Pele clara e muito clara
Pele muito branca
Como prevenir as Estrias

Cuidados a ter com a sua pele

Cuidar da pele pode não ser tão fácil como parece ser. Não basta escolher um creme mais caro ou um tratamento mais intenso para as coisas resultarem e a sua pele parecer mais jovem e bonita. Há que conhecer cada tipo de pele, qual a sua pigmentação e qual o tratamento que realmente necessita. São cinco os tipos de pele, cada um com as suas características, as suas necessidades e as suas falhas. Há peles normais, peles oleosas, peles secas, peles mistas e peles sensíveis.

Normal

As peles normais são o tipo de pele ideal, sendo quase impossível de conseguir depois da chegada da vida adulta. Os agressores externos, como o stress e a poluição modificam a pele e as suas necessidades, mas alguns sortudos conseguem manter esta pele equilibrada, com a mesma quantidade de lípidos e propriedades hipossolúveis.

Esta pele mantém uma pigmentação estável e uniforme, uma boa elasticidade e uma hidratação própria, tanto a nível da derme, como da epiderme. Não precisam de grandes tratamentos, para além da limpeza de pele diária, do uso do desmaquilhante e da hidratação. Continuação » 20 Remédios Caseiros para Pele Normal

Oleosa

As peles oleosas são completamente diferentes das normais. Neste tipo de pele, as glândulas sebáceas produzem óleo em excesso, abrindo poros, pontos negros e produzindo as indesejadas borbulhas, que podem deixar marcas e cicatrizes.

Apesar da produção excessiva de óleo constante, existem algumas fases onde o aspecto da pele torna-se ainda pior: na puberdade, nos ciclos menstruais, na gravidez e em todas as situações onde existam diferentes alterações hormonais. Para cuidar desta pele, deve evitar produtos gordurosos, com óleo e com álcool. Aposte em produtos apropriados, que equilibrem a produção de óleo, em maquilhagem leve e na protecção solar constante.

Seca

A pele seca também difere dos outros tipos de pele. Se a pele oleosa apresenta óleo a mais, a pele seca apresenta-se demasiado desidratada, descamada e com tendência para repuxar. As rugas são mais frequentes, tal como as linhas de expressão. Para tratar este tipo de pele, é preciso insistir na sua limpeza e, sobretudo, na sua hidratação. Beba muita água por dia e complemente uma rotina saudável, com produtos cosméticos sem álcool e sem óleos, mas que hidratem a pele.

Mista

A pele mista caracteriza-se por ser uma mistura entre pele seca e pele oleosa. Isto é, em zonas como a testa ou o queixo, a pele encontra-se mais oleosa e em outras, a tendência é para secar. Neste caso deve apostar em tónicos e cremes de limpeza adstringentes que actuem apenas na zona T.

Sensível

A pele sensível é, talvez, o tipo de pele mais complicada para cuidar. Qualquer agressão, como o vento, o sol ou frio, pode tornar a pele mais avermelhada e, até, inflamada. Alia-se ainda a comichão e a sensação de desconforto, como se tratasse de uma alergia. Neste caso, evite a exposição solar, aposte em produtos naturais, com extratos de plantas que tenham propriedades hidratantes. As águas termais são, também, recomendadas para este tipo de pele.