Tratamento de Carboxiterapia

Atualizado e Revisado por Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653) a 12/08/2019

A carboxiterapia, também conhecida como CO2terapia, consiste num tratamento estético não cirúrgico realizado através de injeções de gás em diferentes camadas da pele.

Este simples tratamento é utilizado desde 1777 para tratamentos da pele, nomeadamente a eliminação de gordurinhas localizadas, celulite, estrias e, inclusivamente, no crescimento do cabelo.

O tratamento de carboxiterapia revela uma grande eficácia na regeneração dos tecidos e mostra resultados permanentes na eliminação das estrias, sem prejudicar o organismo e estimula o metabolismo celular. Não é um procedimento tóxico e ajuda a melhorar a circulação sanguínea.

Para que serve a carboxiterapia

Sem ter que enfrentar uma cirurgia, a carboxiterapia é um tratamento muito comum para atenuar rugas, cicatrizes, celulite, estrias e gorduras. Os profissionais que realizam este método são os fisioterapeutas, uma vez que têm o curso de primeiros socorros e a técnica para socorrer os utentes em qualquer situação.

O tratamento da carboxiterapia deve ser realizado em lugares com médicos credenciados, sendo que cada sessão tem uma duração média de 45 minutos. Normalmente, com 10 sessões já começa a reparar na diferença “Antes e Depois”. Após algumas sessões também se recomenda que siga uma dieta, faça exercício físico e, se tiver oportunidade, sessões de drenagem linfática.

Nas sessões, com a ajuda de uma agulha muito fina, o médico injeta sob a sua pele 120 ml de gás carbónico. Na sua aplicação poderá sentir algumas dores por causa da distensão dos tecidos (por exemplo, casos de fibroses) e, quando a aplicação está sujeita a temperaturas muito baixa. No entanto, os resultados costumam manter-se durante muitos anos e os testemunhos são positivos.

Se quiser atenuar a celulite, as estrias, as rugas ou mesmo eliminar gorduras, lembre-se também de alimentar-se melhor e começar a ter hábitos de vida mais saudáveis.

Contra indicações da carboxiterapia

O tratamento de carboxiterapia não é aconselhado em casos de infeção no suposto local da aplicação nem quando existem doenças pulmonares que façam a retenção do gás carbónico.

A informação foi útil? Sim / Não

Ajude-nos a melhorar a informação do Educar Saúde.

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.