Tratamento natural para brotoeja

Atualizado e Revisado por Drª Raquel Pires (Nutricionista - CRN-6 nº 23653) a 11/08/2019

Cientificamente falando, a brotoeja é denominada de miliária. Esta doença é originada por uma inflamação nas glândulas sudoríparas, isto é, na sua pele. Por sua vez, estas glândulas são as responsáveis pela produção de coceira e irritação na sua pele (Leia: Coceira Vaginal).

camomila

A brotoeja atinge maioritariamente crianças com idades tenras e até mesmo bebés em períodos demasiado quentes e húmidos como o Verão.

Mas, alguma vez ouviu falar da brotoeja? Esta doença é o resultado de uma retenção de suor na sua pele, sendo muito comum nos recém-nascidos. Basicamente, os canais estreitos que transportam o suor até há camada externa da pele ficam obstruídos, causando a brotoeja.

Normalmente, a brotoeja atinge as coxas e o tronco de umas pessoas, causando uma vesículas pequenas sobre a sua pele ou então manifestando-se através de áreas grandes avermelhadas. O uso excessivo de roupa poderá levar a esta doença, bem como uma pele seca. Deste modo, hidrate-a bem.

Tratamento natural para brotoeja

Para curar a brotoeja existe um tratamento natural chamado de camomila :-). A camomila é um componente aplicado num chá que quando bem concentrado poderá ser fundamental para tomar um banho relaxante e ao mesmo tempo livrar-se da brotoeja.

Este tratamento natural para a brotoeja é indicado especialmente para cuidar dos seus filhos pequeninos, mas também poderá ser usufruída pelos adultos em zonas específicas, nas quais a brotoeja está presente.

O Verão é um período de intenso calor, logo é o momento ideal para aparecer a brotoeja, principalmente nas coxas das pessoas. Deste modo, para aliviar a irritação da pele nessa área, bem como a sua secura poderá colocar nas suas coxas, umas compressas.

Outra forma complementar é escolher um bom creme hidrante e colocá-lo sobre a sua pele diariamente, para que a sua pele se mantenha fresca e brilhante. A utilização de roupas claras e leves também favorecerá a prevenção da brotoeja.

VOLTAR PARA »
A informação foi útil? Sim / Não

Ajude-nos a melhorar a informação do Educar Saúde.

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.