-->Traumatismo Dentário (dentes partidos) - Tratamento

Traumatismo Dentário (dentes partidos)

Publicado em 25/05/2011. Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 17 dezembro 2018

O traumatismo dentário pode provocar fracturas dentárias, mobilidade dentária ou mesmo a perda de um ou vários dentes.

Causas:

O traumatismo dentário pode ser causado por um ferimento, um acidente ou uma queda.

Sinais e sintomas:

Por vezes, é apenas uma pequeno fragmento que se destaca da margem do dente. Noutras alturas, o dente estala ou parte muito perto da gengiva. Perder um pequeno fragmento de esmalte poderá não causar dor. Poderá, no entanto, sentir dores se o dente fracturar a nível da dentina, se atingir o nervo ou se tiver mobilidade. A sua gengiva sangrará se o dente tiver saído ou se houver fractura do osso alveolar.

Como se Diagnostica:

No seguimento de um traumatismo dentário, mesmo não havendo fractura visível, situação em que o diagnóstico é evidente, o doente pode referir sensibilidade relacionada com o(s) dente(s) afectados e mobilidade dentária.

Cuidados a ter:

No caso de traumatismo dentário de que resulte perda de fragmento dentário ou do próprio dente, deve-se tentar recuperá-lo e dirigir-se o mais rapidamente possível ao seu dentista.

Riscos e Complicações:

Os dentes que foram sujeitos a traumatismo dentário, mesmo sem que tenha havido lugar a fractura visível, podem “morrer” (começam a escurecer), pelo que é necessário o controlo periódico da sua vitalidade. Os dentes que sofreram fracturas extensas podem necessitar de ser desvitalizados.

Tratamentos:

Contacte o seu dentista o mais depressa possível no caso de uma lesão dentária. Germes designados por bactérias podem entrar para dentro do dente partido, o que poderá originar uma infecção. O seu dentista poderá dar-lhe antibióticos para eliminar os germes. Falará consigo sobre as formas de tratar o dente. Consulte um dentista imediatamente se partiu um ou mais do que um dos seus dentes. É possível que haja uma forma de o(s) voltar a colocar no lugar. Proceda da seguinte maneira, e o mais depressa possível, depois de partir um dente:

  1. Não toque na raiz do dente. Pegue nele tocando apenas na superfície dura e branca (coroa).
  2. Lave o dente em água mas não o ponha debaixo de água corrente. Não esfregue nem escove o dente na tentativa de o limpar, pois isso poderá danificá-lo ainda mais.
  3. Depois de o passar por água, os adultos poderão tentar colocar o dente novamente na boca enquanto estiverem a caminho do dentista; delicadamente, tente pôr o dente no lugar. Senão, coloque-o entre a bochecha e a gengiva, o que permitirá mantê-lo coberto de saliva.
  4. O dente de uma criança deverá ser colocado num copo de leite (ou água se não tiver leite) depois de o passar por água. Depois leve-o, bem como ao seu filho, ao dentista.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692)

Enfermeiro - Coren nº 491692

O Reinaldo Rodrigues formou-se em agosto de 2016, pela Universidade Padre Anchieta, em Jundiai. Fez curso de especialização em APH (Atendimento Pré-Hospitalar), pela escola 22Brasil Treinamentos, em Barueri, curso de 200 horas práticas, com foco em acidentes de trânsito.

Trabalha como Cuidador de Idosos há 5 anos, e possui experiência em aspiração de vias aéreas, banho de aspersão, curativos, tratamento e prevenção de Lesão por Pressão, gerenciamento de Equipe de cuidadores com elaboração de escalas. Treinamento e acompanhamento de cuidadores nas casas dos pacientes.

Também pode encontrar o Reinaldo no Linkedin.