-->Unha encravada - Tratamento, o que fazer, cirurgia, como tratar - Educar Saúde

Unha encravada – Tratamento, o que fazer, cirurgia, como tratar

Publicado em 27/05/2011. Revisado por Dr Pedro Secchin (Dermatologista CRM-SP 195965) a 16 dezembro 2018

O que é uma unha encravada? Qual o melhor tratamento, o que fazer, cirurgia, como tratar, fotos, etc:

Uma unha encravada verifica-se quando o rebordo de uma unha da mão ou do pé penetra na pele adjacente. A unha mais frequentemente afectada é a do dedo grande do pé. Com o devido tratamento, a unha pode voltar a crescer normalmente no espaço de 1 a 2 semanas.

Causas da unha encravada:

As unhas encravadas nos pés resultam, frequentemente, do uso de sapatos apertados, passíveis de forçar a unha a penetrar na pele. As unhas do pé ou da mão também podem ficar encravadas se cortadas demasiadamente rentes. Actividades que envolvam paragens abruptas (basquetebol, ténis) fazem com que os dedos dos pés sofram uma pressão contínua dentro dos sapatos, o que também pode originar uma unha do pé encravada.

Sinais e sintomas de unha encravada:

A pele adjacente poderá ficar muito sensível, vermelha e inchada à medida que a unha vai penetrando nela. Quando a unha fura a pele, esta fica ainda mais vermelha e inchada. É provável que sinta uma dor aguda, que piora ao caminhar. Com o tempo, a pele crescerá sobre a unha. Originará a formação de um líquido purulento amarelado, que poderá indiciar uma infecção (abcesso).

Como se Diagnostica:

Pela história (uso de sapatos apertados, determinados desportos) e pela observação , que de imediato revela uma unha dolorosa, semi encoberta pela pele adjacente, e por vezes com formação de abcesso).

Prevenção e Cuidados a ter:

  1. Evitar calçado apertado.
  2. Evitar cortar unhas muito rentes.
  3. Manter uma boa higiene das mãos e dos pés.
  4. Evitar traumatismos repetidos, quer a nível dos dedos das mãos quer dos dedos dos pés.

Riscos e Complicações:

  1. Abcesso local.
  2. Infecção dos tecidos adjacentes.

Tratamento da unha encravada:

Uma unha que esteja encravada há pouco tempo pode ser levantada e afastada da pele. Poderão colocar-se pedaços de algodão ou de gaze debaixo da mesma. É possível que tenha de a mergulhar em água morna 2 vezes ao dia. Se a unha estiver encravada há muito tempo, poderá ser mais difícil afastá-la da pele. O seu médico poderá ter de a remover atraves de cirurgia, parcial ou totalmente (muitas vezes sob anestesia local). A unha crescerá de novo lentamente, embora possa não ter o mesmo aspecto.

Saiba como evitar unhas encravadas

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Dr Pedro Secchin (Dermatologista CRM-SP 195965)

Dermatologista - CRM-SP 195965 / RQE 73850

Consultar > Currículo Lattes.

O Dr. Pedro Secchin é Graduado em Medicina pela Universidade Gama Filho (UGF) – 2011. É Mestrado em Medicina pela Fundação Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). Além disso o Dr. também possui:

- Especialização em Dermatologia no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho da Universidade Federal do Rio de Janeiro (HUCFF/UFRJ) - 2018.

- Título de especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e Associação Médica Brasileira (AMB).

- É membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Endereço: Rua Inglês de Sousa, 449. CEP: 01546-010 - Jardim da Glória São Paulo - São Paulo Telefone: ‪(11) ‬4301-9931

Também pode encontrar o Dr. Pedro no Linkedin e Instagram.