-->Unhas grossas: Imagens, Causas e Tratamentos Caseiros

Unhas dos Pés Grossas (Onicomicose)

Publicado em 05/09/2017. Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 4 março 2019

O que são as unhas dos pés grossas? As alterações nas unhas dos pés podem ser um sinal de uma condição subjacente. As unhas dos pés que crescem de forma mais grossa normalmente indicam uma infecção fúngica, também conhecida como onicomicose (tinea unguium).

Se não forem tratadas podem tornar-se dolorosas. A rapidez do tratamento é fundamental para curar os fungos das unhas. As infecções por fungos podem ser difíceis de curar e podem exigir meses de tratamento.

Unhas Dos Pés Grossas

Fotos

Clique nos números abaixo para abrir as imagens. Atenção! Alguns indivíduos podem ser sensíveis.

Quais os sintomas que acompanham uma unha grossa?

A alteração na espessura das unhas dos pés pode ser apenas um sintoma de uma infecção por fungos. Outros sintomas do fungo nas unhas incluem:

  • unhas dos pés que mudam de cor para amarelo, castanho ou verde
  • um mau cheiro que vem da unha dos pés
  • unhas dos dedos dos pés que podem levantar-se do leito ungueal
  • unhas dos pés que se dividem ou desintegram
  • unhas dos pés que se apresentam escamosas ou calcadas
  • unhas dos pés com sujidade e outros detritos debaixo delas

É possível o indivíduo não sentir desconforto nas fases iniciais da infecção. À medida que os sintomas evoluem, as unhas dos dedos dos pés podem tornar-se dolorosas.

O que faz as unhas ficarem grossas?

Quase 20 por cento da população adulta tem onicomicose. Esta condição ocorre quando um fungo ou levedura entra na unha do dedo do pé:

  • através do leito ungueal
  • numa rachadura da unha
  • num corte da pele que toca a unha do pé

Os fungos ou leveduras crescem sob o leito ungueal, uma região úmida dos pés. Inicia com uma pequena infecção, que com o tempo se dissemina e faz com que a unha cresça mais grossa, além de causar outros sintomas.

As unhas dos pés são muito suscetíveis a infecções por fungos, pois são frequentemente expostas a áreas úmidas. A umidade leva à proliferação de fungos.

Fatores de Risco

O fungo pode ocorrer a partir das seguintes situações:

Publicidade
  • estar descalço em locais públicos com piso molhado, como piscinas, chuveiros e ginásios
  • Exposição frequente ou prolongada à água
  • sapatos apertados ou com pouca respiração
  • pés e sapatos suados
  • danos causados na unha
  • pé de atleta (tinea pedis) que se espalha para as unhas
  • medicamentos que enfraquecem o sistema imunológico
  • genética
  • fumar

Também tem mais probabilidade de contrair o fungo o indivíduo que tiver uma condição médica pré-existente, como:

  • A diabetes tipo 1
  • A diabetes tipo 2
  • Problemas de circulação
  • Psoríase

Os tratamentos para o câncer também aumentam a probabilidade do indivíduo desenvolver fungos nas unhas.

Como é feito o diagnóstico das unhas grossas?

É importante consultar um especialista (podólogo) sempre que notar alterações na aparência das unhas. Tratar a infecção na fase inicial ajudará a evitar que a condição agrave. Durante a consulta, o podologista ou podólogo examinará as unhas para diagnosticar a condição. Por vezes coloca um cotonete debaixo da unha ou realiza um corte na unha do pé para facilitar a análise.

As unhas dos pés grossas podem causar complicações?

As infecções das unhas dos pés não tratadas podem causar algumas complicações. Ao longo prazo, a infecção pode piorar, e os sintomas podem tornar-se mais graves. As unhas podem engrossar ao ponto de causar desconforto ao usar sapatos ou tornar mais difícil o simples ato de caminhar.

Se o indivíduo tiver condições médicas pré-existentes, o tratamento é vital para que o fungo não contribua para infeções ou complicações secundárias.

Como é feito o tratamento?

Embora nem todos os casos de fungos nas unhas do pé necessitem de tratamento, as unhas grossas podem ser um sinal de que o problema agravou. Existem várias formas de tratar estes eventos.

Inicialmente podem ser usados alguns remédios caseiros. Se nenhum deles surtir o efeito desejado, é importante consultar o podologista sobre as opções medicamentosas mais eficazes. Os medicamentos tópicos e orais são os principais pilares da terapia.

Tratamentos caseiros

Em casa pode ser usada uma variedade de métodos caseiros para tratar o fungo das unhas:

Limpe a área afetada com sabão e água diariamente.

Limpe regularmente as unhas. Amacie/amoleça a unha com a aplicação de um creme de ureia (Aluvea, Keralac) e acondicione os pés com ligaduras, durante noite. Na manhã seguinte, retire o creme de ureia e use um aparador de unhas.

Publicidade

Publicidade

Pode aplicar um tratamento fúngico sem receita médica depois de limpar gentilmente as unhas.

Experimente aplicar diariamente um pouco de Vicks VapoRub nas unhas dos pés afetadas. O Vicks VapoRub pode ajudar a reduzir a infecção.

Aplique o extrato da folha Ageratina (snakeroot), da espécie Ageratina Pichinchensis na unha do pé afetada: aplique o extrato de 3 em 3 dias no primeiro mês, duas vezes por semana no segundo mês, e no 3º mês apenas uma vez por semana.

também pode aplicar o óleo da árvore do chá (Melaleuca alternifolia) no local afetado duas vezes por dia, diariamente.

» Unha do Pé Escura? Conheça 4 Causas e Possíveis Tratamentos

Tratamento médico

O problema por vezes exige intervenção médica. O tratamento médico normalmente inclui:

  • medicamentos tópicos
  • medicamentos orais
  • tratamentos a laser
  • remoção da unha para tratar do leito ungueal

O plano de tratamento deve ser seguido tal como indicado pelo médico. Por vezes dura vários meses, pois as unhas dos pés crescem lentamente, e podem demorar 12 a 18 meses até crescer totalmente.

Para prevenir a recorrência do fungo após o tratamento é importante seguir algumas diretrizes, que incluem:

Mantenha os pés limpos, lavando-os regularmente com água e sabão. Seque-os com uma toalha. Mantenha os pés tão secos quanto possível: Mude as meias algumas vezes ao dia (se necessário), use meias de algodão que removam a humidade dos pés, mude de sapatos para que estes possam secar e compre sempre sapatos com boa respiração e que não apertem os pés.

Experimente usar um pó para refrescar, acalmar, e absorver a umidade dos pés, para mantê-los sempre secos. Não conhece nenhum? Consulte o podólogo.

Use chinelos de dedo ou outros, sempre que usar balneários de academias os piscinas.

Publicidade

Cuide corretamente dos seus pés. As unhas dos pés não devem crescer para além do fim do dedo.

Certifique-se de que usa corta-unhas desinfetados ao cortar as unhas.

Após o tratamento, é importante adquirir calçado novo.

Continuação » Por que as Minhas Unhas dos Pés Ficam Amarelas?

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.

Autores
Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692)

Enfermeiro - Coren nº 491692

O Reinaldo Rodrigues formou-se em agosto de 2016, pela Universidade Padre Anchieta, em Jundiai. Fez curso de especialização em APH (Atendimento Pré-Hospitalar), pela escola 22Brasil Treinamentos, em Barueri, curso de 200 horas práticas, com foco em acidentes de trânsito.

Trabalha como Cuidador de Idosos há 5 anos, e possui experiência em aspiração de vias aéreas, banho de aspersão, curativos, tratamento e prevenção de Lesão por Pressão, gerenciamento de Equipe de cuidadores com elaboração de escalas. Treinamento e acompanhamento de cuidadores nas casas dos pacientes.

Também pode encontrar o Reinaldo no Linkedin.

Publicidade