-->Urticária tem Cura? - Educar Saúde

Urticária tem Cura?

Publicado em 14/07/2014. Revisado por Drª Gizele Cunha (Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541) a 16 dezembro 2018

A urticária é uma forma de reação alérgica que faz com que o corpo desenvolva erupções cutâneas, de cor avermelhadas, que geralmente provocam muita coceira.

Todas as pessoas podem sofrer de um episódio esporádico de urticária, mas na verdade as pessoas que têm propensão a alergias têm mais hipóteses de ter este problema de pele.

A urticária é um problema que incomoda muitas pessoas em todo o mundo. Cerca de 30% das pessoas que têm urticária pela primeira vez desenvolvem uma urticária crônica, ou seja, podem voltar a sentir o problema em qualquer momento, principalmente se estiverem expostas ao fator que provocou a alergia inicial.

Felizmente, a urticária tem cura, mas antes de avançarmos para a cura é importante referir quais os principais fatores que podem provocar uma crise de urticária.

Principais Causas da Urticária

A urticária pode ser provocada por uma grande variedade de fatores, mas algumas causas são mais recorrentes, nomeadamente:

  • Alergia a medicamentos, como a codeína e morfina, etc.
  • Alergias alimentares, como mariscos, ovos, leite, etc.
  • Alergias a pólenes
  • Picadas de insetos
  • Exposição excessiva ao sol ou ao frio
  • Transpiração excessiva
  • Stress emocional

Tratamento para Urticária

Na maioria dos casos a urticária requer um tratamento simples, como a toma de um comprimido anti-histamínico via oral durante alguns dias, que pode ser conjugado com a aplicação de um creme ou gel refrescante e calmante na zona afetada.

No entanto, há situações mais severas que exigem a aplicação de um creme que contenha corticoides para promover uma melhoria mais rápida e eficaz.

Em casos extremos, em que a garganta começa a inchar e a provocar dificuldade de respiração, pode ser feito um tratamento com o uso de Epinefrina.

Além do tratamento com medicamentos, é importante evitar a água muito quente no banho e não usar roupas muito justas nem de tecidos que provoquem irritação, como a lã ou tecidos muito rígidos.

A urticária tem cura, mas cada caso é um caso e por isso o tempo necessário para tratar uma determinada pessoa varia de acordo com a gravidade da urticária e do estado do saúde do paciente.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Gizele Cunha (Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541)

Pediatra, Alergologista e Pneumologista Infantil - CRM/SP: 116541

A Dra Gizele Ferreira Cunha é Graduada em Medicina pela Universidade de Ribeirão Preto - SP - 2004. Além disso possui:

- Especialização em Alergia e Imunologia Infantil pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCRP - FMRP - USP) – 2009.

- Especialização em Pneumologia Infantil pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCRP - FMRP - USP) – 2007.

- Especialização em Pediatria pela Universidade de Ribeirão Preto - 2006 .

Endereço: Avenida Senador César Vergueiro, 571 - Ribeirão Preto - SP - Email: cviver@bol.com.br - Telefone: (16) 33291337

Também pode encontrar a Drª Gizele no Linkedin e Facebook