Utrogestan (Progesterona em comprimido ou óvulos vaginais)

Publicado em 29/01/2019. Revisado por Dr Wesley Timana (Ginecologista e Obstetra - CRM-PR -30998) a 12 fevereiro 2019

O utrogestan é um medicamento utilizado em tratamentos de fertilidade como por exemplo a reprodução assistida, com o objetivo de promover a implantação do embrião e com isso facilitar a gravidez. O fármaco tem a particularidade de conseguir engrossar o endométrio, facilitando assim a implantação do embrião no útero. Embora seja um fármaco normalmente adquirido mediante receita médica, é importante a mulher ler atentamente o folheto e seguir as instruções passadas pelo especialista para evitar efeitos colaterais.

Publicidade

Composto por hormônios sexuais femininos, a sua substância ativa é a progesterona, um hormônio produzido nos ovários e que atua na segunda parte do ciclo menstrual.

Entenda que, a progesterona é essencial para o desenvolvimento da gravidez, já que é ela que permite ao útero materno que o embrião se implante. Quando a sua produção é insuficiente, o embrião não se implanta ou apresenta um risco elevado de aborto.

Portanto, quando se está num processo de fertilização in vitro, é normal se que administre o Utrogestan para parar ou neutralizar as alterações que ocorrem na mucosa que reveste o interior do útero (endométrio), impedindo desta forma o crescimento e a proliferação do mesmo.

O utrogestan corrige as irregularidades menstruais causadas ​​pela deficiência desta hormona, que resultam na maturação excessiva, conhecida como hiperplasia do endométrio, ou na maturação irregular que pode provocar sangramento irregular ou abundante.

O Que é E Para Que Serve O Utrogestan

Composição e apresentação

A substância ativa do utrogestano é a progesterona, portanto, faz parte do grupo das progestinas. Também incorpora óleo de amendoim, lecitina de soja, gelatina, glicerina e dióxido de titânio (E171).

A progesterona é uma hormona que intervém no ciclo ovariano da mulher e ajuda a manter o útero nas condições ideais para o desenvolvimento da gravidez.

O medicamento está disponível em várias apresentações:

Utrogestan 200 mg: embalagem de 15 cápsulas moles com 200 mg de progesterona cada. Existe também a opção de 4 blisters (cartelas de comprimidos), ou seja, 60 comprimidos de 200 mg de progesterona.

Publicidade

Utrogestan 100 mg: embalagem de 30 cápsulas com 100 mg de progesterona cada.

Indicações

O utrogestan é usado nos seguintes casos:

  • Alterações ligadas à insuficiência de progesterona.
  • Irregularidades do ciclo menstrual.
  • Terapia de Reposição Hormonal indicada na menopausa.
  • Para a reposição de progesterona no caso de transplante de óvulos.
  • Tratamento de fertilização in vitro (FIV), para suplementar a fase lútea.
  • Prevenção de abortos recorrentes causados ​​por insuficiência lútea.

Como tomar?

O tratamento com Utrogestan deve ser sempre supervisionado e controlado por um médico especialista que irá prescrever as doses, a duração do tratamento e controlar o desenvolvimento correto da progesterona. O medicamento é administrado por via oral, normalmente através de uma dose diária, durante um período de aproximadamente 2 semanas. Está disponível em dois formatos, e as doses geralmente recomendadas são:

Via vaginal: entre 100 mg e 600 mg por dia. As cápsulas, também chamadas de óvulos vaginais, devem ser inseridas na vagina e acompanhadas com o dedo até ao interior do útero.

Via oral: entre 200 e 300 miligramas (mg) por dia. Normalmente, 200 mg à noite ao deitar ou 100 mg de manhã e 200 mg ao deitar.

O medicamento deve ser sempre administrado à mesma hora e sem alimentos para evitar a absorção excessiva do fármaco.

Caso a mulher se esqueça de alguma toma, é importante não tomar uma dose dupla para compensar a dose esquecida. Neste caso deve consultar sempre o especialista para que lhe indique o que deve fazer.

Publicidade

Ao iniciar um tratamento com progesterona, é normal a ocorrência de pequenos sangramentos. É importante não confundir esse sangramento com a hemorragia da menstruação, uma vez que é mais leve, mais reduzido e menos doloroso que o sangramento menstrual.

Contra-indicações

A mulher não deve tomar o utrogestran nas seguintes situações:

  • Se tiver alergia à progesterona.
  • Se tiver um tromboembolismo.
  • Se tiver um sangramento vaginal não diagnosticado.
  • Se tiver um problema no fígado.

Sintomas e efeitos colaterais

Embora os sintomas derivados do tratamento com o utrogestan variem muito dependendo da dose e da situação de cada paciente, muitas mulheres relatam que os sintomas são semelhantes aos da gravidez.

Publicidade

Alguns exemplos são:

  • Alterações do ciclo menstrual.
  • Sangramento intermitente
  • Amenorreia (ausência da menstruação) ou diminuição do sangramento menstrual.
  • Sonolência e sono profundo
  • Dor abdominal.
  • Abdômen e peito inchado.
  • Tontura ou sensação vertiginosa.

Como pode produzir sonolência e/ou sensação de vertigem ou tontura, deve ser dada atenção especial á condução e ao uso de maquinarias.

Por outro lado, uma vez que a progesterona é eliminada no leite materno, o seu uso é desaconselhado durante o período de amamentação.

Quanto à gravidez, uma vez que a progesterona é um hormônio que aumenta durante essa fase, a sua administração durante a gravidez não costuma produzir efeitos adversos.

Se for observado qualquer outro sintoma ou reação, é importante consultar o médico.

As dúvidas mais comuns

O utrogestan é usado após a inseminação artificial ou apenas em tratamentos de fertilização in vitro?

O suporte da fase lútea com progesterona (Utrogestan) tem mostrado ser eficaz tanto em tratamentos de inseminação artificial quanto na fertilização in vitro. Para entender em que consiste a FIV, consulte o guia Como é feita a Fertilização In Vitro (Passo a passo).

O utrogestan engorda?

O medicamento em si não engorda, mas pode aumentar a retenção de líquidos e a sensação de inchaço devido ao desequilíbrio hormonal. De qualquer forma, este evento varia em cada mulher, já que algumas mulheres ficam mais inchadas com o uso de medicação hormonal do que outras.

Quanto custa?

Em Portugal uma embalagem de utrogestan 200 mg de 15 cápsulas moles tem um preço aproximado de 10,50 € e a embalagem de 60 cápsulas custa cerca de € 41,96. O medicamento é comparticipado pelo estado (Ver a tabela de preços do Infarmed). A embalagem de 100 mg de 30 cápsulas custa cerca de € 5,81. No Brasil o preço varia entre 27 e 55 reais.

Tomar o medicamento pode causar o aparecimento de acne?

Sim, muitas mulheres notam o aparecimento de espinhas no rosto durante o tratamento com utrogestan devido ao desequilíbrio hormonal.

O utrogestan pode ser usado como contraceptivo?

Não. Embora o medicamento possa causar desequilíbrios hormonais que levam à anovulação e/ou á ausência do fluxo menstrual, ele não tem nenhum efeito contraceptivo por isso não deve ser usado como tal. Existem contraceptivos cujo principio ativo é a progesterona, mas em diferentes doses e formas de uso.

Publicidade

Utrogestan é o mesmo que progeffik?

Tanto o utrogestan quanto o progeffik são progestogênios usados ​​na fertilidade e em tratamentos contra a insuficiência de progesterona. A dose e a função são as mesmas, então poderíamos dizer que sim, são praticamente o mesmo.

Saiba mais sobre:
Ver referências +
Publicidade

Utrogestan (Progesterona em comprimido ou óvulos vaginais)