Vacina Para Prevenir

Revisado por Reinaldo Rodrigues (Enfermeiro - Coren nº 491692) a 12 dezembro 2018

Vacina Para Prevenir – A Prevenção em algumas doses

A melhor maneira de prevenir grande parte das doenças ocasionadas por vírus, que atacam as pessoas ao longo da vida, é por meio da vacinação.

No caso das crianças, o calendário é mais comple-to, pois, além das obrigatórias, existem as vacinas utilizadas por recomendação do pediatra.

Mas, engana-se quem pensa que vacina é coisa de be-bê. Crianças maiores, adolescentes, adultos, incluindo os idosos, podem e devem ser vacinados tanto para manter a proteção iniciada na infância, como para receber vacinas que foram introduzidas recentemente e que trazem grandes benefícios.

Anualmente, algumas vacinas são aplicadas gratuitamente nos postos de saúde como a BCG (contra tuberculose), a Tríplice (contra difteria, tétano e coqueluche) e as vacinas contra poliomielite, sarampo, caxumba e rubéola, mas, existem outras que não fazem parte do calendário oficial do governo e que precisam ser tomadas, pois, evitam doenças importantes.

Saiba mais sobre a Vacina Contra Difteria, Tétano e tosse convulsa) Durante a Gravidez

Assim, vacinas contra a meningite, hepatite, catapora, gripe, entre outras, já estão disponíveis, devendo fazer parte também do esquema de vacinação de adolescentes e adultos ainda não imunizados.

É tomar para se prevenir! Conheça algumas delas:

Antitetânica e Difteria – Entre 14 e 16 anos é recomendável uma dose de reforço e depois a cada 10 anos.

Hepatite B – Os médicos recomendam que o recém-nascido receba a primeira dose já nas primeiras horas de vida; a segunda 30 dias depois e a terceira, após 180 dias.

Quem não recebeu deve tomar a vacina no início da adolescência. O vírus é transmitido por meio de relações sexuais, uso de drogas injetáveis e transfusão de sangue.

Sarampo, Caxumba e Rubéola – É importante tomar uma dose de reforço na primeira fase da puberdade e se prevenir contra possíveis surtos.

Hepatite A – A vacina deve ser aplicada no início da adolescência. A contaminação acontece pela água e através dos alimentos.

Gripe – Aconselha-se doses anuais para portadores de asma, diabete e grande incidência da doença. Recomendada para qualquer pessoa com mais de seis meses de idade e, em especial, acima de 65 anos.

O objetivo básico das vacinas, para qualquer idade, é evitar doenças e suas complicações, contribuindo para melhorar a qualidade de vida, reduzindo os custos social e financeiro das doenças.

Vale a pena introduzir as novas vacinas na rotina de saúde da sua família.

Leve sua carteirinha, de seus filhos e familiares num posto de saúde e informe-se.