-->Vegetais Solanaceae - Educar Saúde

Vegetais Solanaceae

Publicado em 05/01/2018. Revisado por Drª Caroline Vallinhos (Nutricionista Clínica e Estética - CRN-3 nº 37006) a 15 novembro 2018

Embora as hortícolas Solanaceae sejam completamente saudáveis ​​para muitas pessoas, são uma família de legumes que podem representar um alérgeno perigoso para outros indivíduos.

Antes de os adicionar à sua dieta é importante entender os riscos deste gênero de vegetais.

O Que São E Quais São Os Vegetais Solanaceae

 

O que são e Quais São Os Vegetais Solanaceae?

Os Vegetais Solanaceae compreendem diferentes espécies de plantas dentro da família Solanaceae, algumas das quais extremamente populares, como a batata e algumas pimentas.

Muitos dos vegetais, flores e ervas desta família taxonômica são ricos em antioxidantes, fibras alimentares, vitaminas, minerais, aminoácidos e proteínas.

Além disso, existem também algumas características que os ligam, nomeadamente a presença de alcalóides e calcitriol.

O nome Solanaceae do Inglês “nightshade” dá a estes vegetais um tom meio sinistro, sendo que no passado, alguns deles foram usados ​​em feitiçaria e envenenamento, podendo algumas destas plantas ser mortais.

Algumas pessoas acreditavam que estas plantas só cresciam durante a noite ou exigiam muita sombra. A origem exata do termo Solanaceae ou “nightshade” é desconhecida, e inclui atualmente mais de 2.000 espécies.

Lista De Vegetais Solanaceae

Quais São As Horticulas Solanaceae

Os legumes mais populares incluem berinjela, azeda (Rumex acetosa), páprica, tomate, bagas de goji, entre outros.

Tomate

Rico em vitaminas A e C, além de ferro, potássio e licopeno, esse vegetal popular não é considerado perigoso e pode ajudar na pressão sanguínea e nos problemas do sistema imunológico.

Berinjela

Com altos níveis de minerais essenciais como o manganês, bem como boas quantidades de antocianinas e outros antioxidantes, este vegetal pode ajudar nas doenças crónicas.

Bagas (frutos silvestres)

Conhecidos como excelentes superalimentos recheados de vitaminas e antioxidantes, a maioria das frutas silvestres é segura para comer, no entanto, coma só aquelas que reconhece!

Tomatillo

Baixa em calorias, mas rica em fibras e antioxidantes, esta variante do tomate de nome científico (Physalis philadelphica e Physalis ixocarpa) é deliciosa e extremamente segura!

Pimentas vermelhas

As pimentas vermelhas são extremamente ricas em vitamina C, o que as torna um suplemento ideal para muitas pessoas.

Batata branca

Com excelentes níveis de vitamina A, B, C e vitamina E, bem como fibra dietética e uma elevada concentração de carboidratos, estes vegetais de raiz são fáceis de preparar, mas não deve comê-los antes de estarem maduros (quando estão verdes).

Goji berry

Rico em antioxidantes e aminoácidos, este superalimento da planta Lycium barbarum ou Lycium chinense, extremamente popular pode causar inflamação em algumas pessoas, mas geralmente é considerado seguro.

Alergia a Vegetais Solanaceae

Uma das principais controvérsias sobre as horticulas Solanaceae é que algumas das plantas desta família podem ser tóxicas, existindo alguns ingredientes ativos que podem causar reações alérgicas quando consumidos em grandes quantidades, como os alcaloides, lectinas, saponinas e o calcitriol.

Por exemplo, o composto glicoalcalóides está presente em algumas folhas e caules dos vegetais Solanaceae. Trata-se de um pesticida natural capaz de impedir que os insetos e roedores comam as suas folhas. As pessoas alérgicas a estes vegetais, pode sentir desconforto gastrointestinal ou inflamação tópica.

Fazem mal?

Existem resultados mistos em termos de benefícios versus efeitos colaterais. Existem alguns casos relatados em que o consumo destes agravou a inflamação, comprometeu a imunidade e causou danos no sistema gastrointestinal.

Parte destes acontecimentos surge devido a consumos excessivos, do não preparo dos vegetais corretamente, ou existir uma condição de saúde pré-existente.

Antes de adicionar mais alimentos do género Solanaceae à dieta, converse com o médico sobre alguns dos seus problemas de saúde.

Saiba mais sobre:
A informação foi útil? Sim / Não

O texto contém informações incorretas? Está faltando a informação que você está procurando? Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva-nos para que possamos verificar e melhorar o conteúdo. Não lhe iremos responder diretamente. Se pretende uma resposta use a nossa página de Contato.


Nota: O Educar Saúde não é um prestador de cuidados de saúde. Não podemos responder a perguntas de saúde ou aconselhá-lo nesse sentido.
Autores
Drª Caroline Vallinhos (Nutricionista Clínica e Estética - CRN-3 nº 37006)

Nutricionista Clínica e Estética - CRN-3 nº 37006

A Drª Caroline Vallinhos é graduada em ciências da nutrição pela Universidade de Guarulhos/SP. Possui 7 anos de experiência em Nutrição clínica e estética. Forte atuação em coaching de emagrecimento e qualidade de vida para pessoas em busca de melhoria alimentar e enfermos com necessidade de melhoria de quadro clínico.

Vasta experiência com consultoria para empresas do ramo alimentício, tais como grandes indústrias de alimentos, cozinhas experimentais e mercado de food service.

Com registro no Conselho Regional de Nutricionistas CRN-3 (Brasil) nº 37006

Também pode encontrar a Drª Caroline Vallinhos no Linkedin, Facebook: e Instagram.

Telefone: (11) 97670-1909 Atendimento em Guarulhos - SP (Região Jardim Maia)