Vírus VIH (Vírus da Imunodeficiência Humana)

VIH significa Vírus de Imunodeficiência Humana.

Trata-se do vírus conhecido por ser a causa da SIDA. Se alguém for VIH positivo, quer dizer que foi infectado pelo vírus.

A pessoa infectada com o Vírus de Imunodeficiência Humana não tem SIDA até que o vírus danifique gravemente o seu sistema imunitário tornando-o propenso a uma série de infecções oportunistas, algumas das quais podem conduzir à morte.

Com o recurso a análises e a tratamento adequado, muitas pessoas em Portugal são capazes de interromper ou retardar a lesão causada pelo VIH.

A SIDA (síndrome da imunodeficiência adquirida), foi inicialmente reconhecida como um novo estado patológico em 1981.

Desde essa altura, milhões de pessoas no mundo inteiro foram infectadas com VIH. Cerca de 1/3 dessas pessoas morreram.

Contudo, a evolução dos tratamentos desde meados dos anos 90 incrementou estrondosamente a esperança de vida para aqueles a quem foi diagnosticado serem portadores de VIH na Europa, América e Austrália.

Conheça os principais » Sintomas

Causas do vírus da imunodeficiência humana

Uma vez que o vírus VIH entre no organismo, ele procura um tipo de glóbulos brancos denominados linfócitos T. Estes normalmente protegem o organismo contra as infecções.

O vírus apodera-se dos linfócitos T provocando-lhes a morte e libertando biliões de cópias do vírus no sangue. Estes novos vírus acoplam-se aos novos linfócitos T e, desta forma, se propaga a infecção.

Durante um certo tempo, o corpo consegue produzir os linfócitos T necessários para assegurar o correcto funcionamento do sistema imunitário. Por vezes, designa-se por fase latente.

Contudo, após algum tempo (normalmente vários anos, por vezes tanto como 15 anos) e sem tratamento eficaz, o corpo atinge um estado em que não pode continuar a viver com o VIH.

Neste caso, o sistema imunitário começa a falhar e a pessoa torna-se vulnerável a outras infecções que normalmente não o deixariam doente.

A partir daí diz-se que a pessoa tem SIDA.

» Conheça o Diagnóstico Prevenção do HIV