Vodafone

Revisado por Equipe Editorial a 22 outubro 2018

A Vodafone é uma empresa especializada em telecomunicações móveis. Trata-se de uma multinacional, presente em 42 países, nos cinco continentes, que possui sedes operativas em Newbury, Inglaterra e em Dusseldorf, na Alemanha.

O nome desta empresa resulta da combinação Voice-Data-Fone (ou seja (telecomunicações de voz e de dados). A história e a génese da Vodafone está intimamente ligada à cidade de Newburry, que na atualidade depende grandemente da presença da sede da empresa.

Em termos globais, a Vodafone possui mais de 260 milhões de clientes, sobretudo no setor das comunicações móveis, divididos por 25 países.

Durante vários anos, a Vodafone foi a maior operadora de telecomunicações móveis do planeta. A partir de 2002, foi ultrapassada pela China Mobile, no que diz respeito ao número de clientes, mas continua a ser reconhecida como a operadora de telemóveis mais avançada do mundo.

São vários os países em que a Vodafone possui mais de 10 milhões clientes, entre os quais o Reino Unido, Índia, Itália, Espanha, Alemanha, Turquia e Egito, no que é realmente uma prova de vitalidade desta multinacional.

Nos Estados Unidos, a Vodafone encontra-se presente através de participação minoritária na maior operadora do país, a Verizon Wireless, que possui mais de 90 milhões de clientes. Na generalidade dos mercados em que a Vodafone se encontra presente, possui a participação maioritária nas empresas que são suas dependentes.

Através de parcerias com diversos fabricantes de telemóveis, a Vodafone faculta aos seus clientes diversos modelos de telemóveis exclusivos.

Tecelel antes e depois

Em Portugal, a história da Vodafone não pode ser abordada, sem que se refira a Telecel, empresa que lhe deu origem. A Telecel iniciou as suas operações em Outubro de 1992, começando por apresentar aos seus clientes o serviço de comunicações móveis, designado na gíria das telecomunicações como Sistema Global para Comunicações Móveis. A primeira rede móvel apresentada pela Vodafone chegava a quase 60% do território português e a mais de 89% da população.

A Telecel notabilizou-se internacionalmente pela sua rápida instalação e implementação. Apenas um ano após ter recebido a sua licença de exploração, a empresa já se encontrava completamente funcional, no que foi um recorde mundial de início de atividade de uma rede de Sistema Global para Comunicações Móveis.

A Telecel foi ainda a primeira operadora nacional a explorar a Difusão Celular, um serviço que permite enviar mensagens a um grupo específico de utilizadores, que se encontra na mesma zona de cobertura de rede.

Em 2000, a Telecel foi comprada pela multinacional Vodafone e o seu nome foi alterado para Telecel Vodafone, em Janeiro de 2001 e poucos meses mais tarde apenas para Vodafone. À nova imagem da empresa foi adicionado o slogan “How are you?”, que fazia parte da imagem internacional do grupo. Este slogan, pretendia encurtar a diferença entre a empresa e o cliente.

A 12 de Fevereiro de 2004, a Vodafone portuguesa deu mais uma passo, rumo à inovação, ao começar a trabalhar em 3G. Menos de um ano depois, a sua cobertura 3G já chegava a 72% da população, cobrindo 120 cidades do país.

Mais tarde, lançou a sua rede 3,5G, capaz de alcançar uma velocidade máxima de 7,2 mbps, sendo o segundo operador nacional a fazê-lo.

Já em Junho de 2009, a empresa tornou público o lançamento de uma nova velocidade de banda larga móvel, capaz de atingir 21,6 mbps. Esta velocidade só está disponível às regiões urbanas de Lisboa e do Porto.

Também em 2009, a Vodafone Portugal iniciou o seu serviço de televisão por “internet protocol television” (iptv), denominado Vodafone Casa TV. Este novo serviço, veio oferecer aos seus clientes mais de cem canais televisivos e diversos serviços interativos.

A sede da Vodafone Portugal fica no Parque das Nações, Lisboa e foi inaugurada em 2002. Com uma localização privilegiada, bem em frente ao rio Tejo e tendo nas proximidades outras construções marcantes como o Pavilhão de Portugal, o Casino de Lisboa, o Pavilhão Atlântico e o Centro Comercial Vasco da Gama, a sede da Vodafone consegue ainda assim surpreender e despertar a curiosidade de muitos transeuntes, fruto da sua arquitetura peculiar.

Em 2005, o edifício recebeu o Prémio Valmor e Municipal de Arquitetura 2005, uma distinção atribuída pela Câmara Municipal de Lisboa.

A aposta da Vodafone Portugal em edifícios surpreendentes continuou com a construção do seu edifício no Porto. Em 2006, a empresa lançou um concurso de ideias, que seria vencido pelos arquitetos José António Barbosa e Pedro Guimarães, proprietários do atelier Barbosa & Guimarães. Este edifício foi eleito como “Building of the Year 2010”, na categoria de Arquitetura Institucional. O site CoolHunter, também já tinha distinguido o edifício da Vodafone no Porto, como um dos 20 edifícios de escritórios mais surpreendentes do mundo.

O grupo promove ações de solidariedade social, através da Fundação Vodafone, uma entidade sem fins lucrativos, destinada fomentar a Sociedade de Informação. Os primeiros projetos desenvolvidos foram O Leitor de Ecrãs e Sintetizador de Voz, para pessoas com problemas de visão e o SMS Dador.

Ao longo do tempo, os campos de ação da Fundação Vodafone Portugal foram alargados e hoje, são diversos os projetos apoiados. Entre os quais se encontram ações bastante relevantes como Táxi Seguro, a Praia Saudável e a Floresta + Verde. Esta multiplicação de projetos apoiados, originou um crescimento acentuado, passando de 832 mil euros em 2004, para 2,3 milhões de euros em 2010.

Ao longo dos anos, a Vodafone Portugal foi alterando a sua imagem, por forma a acompanhar a evolução natural da indústria. Assim, não é de estranhar, que o slogan da empresa seja frequentemente alterado. Desde o seu surgimento, a empresa já utilizou os slogans: “Onde você estiver lá”, “How are you?”, “Viva o momento”, “Viva o momento. Now. Vodafone”” e por fim “Power to you!”.